Novo post criado em 30 de Jan de 2022 as 07:47:04 – VASCONet

SIGA-NOS

O Vasco cresceu de produção na etapa final, após um primeiro tempo sem muito brilho, mas pagou caro por um vacilo no fim. O Gigante da Colina saiu na frente, mas viu o Boavista empatar o duelo em São Januário, neste sábado, pela 2ª rodada do Campeonato Carioca. O meia Nenê analisou o jogo.

”Eles jogaram mais fechado, com objetivo de frear o nosso ataque. O Vasco estava muito desorganizado no primeiro tempo. Não era o nosso jogo. Entramos um pouco no jogo deles, mas no segundo tempo melhoramos muito, estávamos organizados. Fizemos o gol e tivemos chance de fazer o segundo. Não matamos o jogo e tomamos, mas é bom para a gente aprender”, destacou Nenê.

FIM DE JOGO

Tudo igual em São Januário.#VASxBOA #Carioca2022naVascoTV pic.twitter.com/4MISw698sw

— Vasco da Gama (@VascodaGama) January 30, 2022

”O time não deixou de lutar um minuto. Esta tem de ser a cara do nosso time. Não podemos deixar de lutar nunca, por mais que a gente tenha tomado gol no finalzinho, não podemos baixar a cabeça, temos de continuar indo para cima e tentar fazer o gol até o último minuto. Foi o que fizemos. Infelizmente, não saímos com a vitória. É melhorar o que não fizemos de bom”, acrescentou.

O meia foi o autor do passe para Raniel marcar. Nenê, assim, vai cobrar o “bônus”. É que o centroavante do Vasco prometeu dar R$ 500 por cada assistência.

”Quinhentão para o vovô. Vou cobrar”, disse Nenê.

Deixe seu comentário

Compartilhe

Like this:

Like Loading…

Fonte: vasconet.com.br/2022/01/30/novo-post-criado-em-30-de-jan-de-2022-as-074704