Sem categoria

Vasco cumpre acordo com o MP e São Januário é o 1º estádio do Rio com 100% das catracas no reconhecimento facial

Vasco cumpre acordo com o MP e São Januário é o 1º estádio do Rio com 100% das catracas no reconhecimento facial Sábado, 06/07/2024 – 14:27 No ano passado, para poder derrubar a interdição de São Januário e voltar a jogar em casa, o Vasco fez um acordo com o Ministério Público em que se comprometia a instalar o reconhecimento facial em todos os portões de acesso. Passados nove meses, o clube cumpriu o que foi combinado: hoje o estádio já opera com a tecnologia em 100% das catracas.

O primeiro jogo em que isso ocorreu foi no clássico com o Botafogo, na semana passada. Na ocasião, 16.121 pessoas compraram ingresso e acessaram o estádio por meio do reconhecimento facial. Na vitória sobre o Fortaleza, na quarta-feira, a mesma coisa: 14.384 torcedores entraram dessa forma. Não houve registro de transtornos.

São Januário é o primeiro estádio do Rio de Janeiro a operar com a tecnologia em 100% das catracas de acesso.

No Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) acordado com o Ministério Público em setembro do ano passado, o Vasco concordou em modernizar o acesso ao estádio de maneira gradativa. As catracas com reconhecimento do rosto foram primeiro instaladas no portão 8, por onde entram torcedores que adquiriram gratuidades.

O faseamento da operação, com todas as etapas cumpridas por parte do Vasco, previa o seguinte:

  • Social – Biometria facial em 100% das catracas até abril de 2024
  • Portões 5 e 9 – Biometria facial em 100% das catracas até junho de 2024
  • Gratuidades/Portão 8 – Biometria facial em 100% das catracas até janeiro de 2024
  • VIP – Biometria facial em 100% das catracas até fevereiro de 2024
  • Portão 11 – Biometria facial em 100% das catracas até março de 2024

A Imply Tecnologia é a empresa que cuida do acesso por biometria facial. O sistema de reconhecimento utiliza algoritmos de inteligência artificial e aprendizado profundo para aumentar a velocidade e precisão da plataforma. Dessa forma, os torcedores não precisam carregar ingressos ou documentos.

Além disso, as catracas contam com o chamado “live detection”: a detecção de vivacidade em tempo real identifica movimentos e expressões faciais, impedindo tentativas de uso de fotos ou vídeos, por exemplo, para o credenciamento e acesso.

Fonte: ge